#FUGA CONTEMPLATIVA

ESPAÇO FUGA CONTEMPLATIVA

Um despojamento nômade com um “quê” da arquitetura de Frank Lloyd Wrigth. O FUGA CONTEMPLATIVA é um exercício criativo do arquiteto RUDELGER LEITZK. Para o autor, GRAMADO deve ser vista pelas lentes do despojamento, deixando de lado interpretações sisudas.
São móveis soltos – com conceitos voltados ao modernismo e uma configuração versátil, inseridos em uma verdadeira caixa de madeira. De um lado, o painel de madeira sextavado veste do piso à parede um recanto com mesa de jantar. Do outro, como uma grande varanda, o piso remete aos tecidos de jacquard, porém em ladrilhos hidráulicos de técnica centenária. Elemento em alta na arquitetura de interiores, o cobre está presente na parede de entrada e na grande lareira horizontal executada minuciosamente pela SERGIO BERTTI. 
Sobre a mesa e cadeiras Platner, um lustre com chifres legítimos de cervo cria o contraponto entre a superfície fria do aço inox e o material natural. Ao fundo, o revestimento com placas de cobre da SERGIO BERTTI. 

Peças do designer RONALD SASSON com inspiração modernista. Ao fundo a grande lareira de Dekton e cobre, pufes revestidos com pelego desenhado por RUDELGER para o espaço.
Na parede ao fundo, com madeira e vidros, destaque para a escultura de parede de HUGO FRANÇA. Com vista para o bosque através de suas paredes de vidro o ambiente impressiona os visitantes. 

CAPACIDADE ESPAÇO FUGA CONTEMPLATIVA

Interno formato jantar: 72 pessoas;
Interno formato coquetel: 150 pessoas;
Externo formato jantar: 128 pessoas;
Externo formato coquetel: 300 pessoas.

Área do espaço Fuga Contemplativa - 100m² interno e 165m² externo

Clique aqui para enviar um email